Impressoras 3D, robótica, sensores, periféricos e computadores minúsculos e baratos estão  hoje ao alcance de qualquer um e deram impulso a uma nova revolução: o Movimento Maker. Seus entusiastas utilizam essas tecnologias para criar arte e ciência, projetando robôs, automatizando eletrodomésticos ou simplesmente brincando de criar novas aplicações e equipamentos inteligentes.

Essa brincadeira de adultos começou finalmente a chegar nas mãos das crianças. Kits educacionais fazem grande sucesso lá fora, permitindo que meninas e meninos brinquem com componentes eletrônicos divertidos e fáceis de usar, usando sua imaginação para criar brinquedos inteligentes e solucionar problemas. Com isso, eles se divertem e aprendem noções de lógica de programação e eletrônica.

No Brasil, temos um sério impedimento para que essa brincadeira pegue. Kits importados custam de US$ 100 a US$ 300 e têm seu preço multiplicado por impostos, frete e taxas de importação. Para uma escola, os custos para importar kits para montar uma sala podem chegar a U$ 6,000.

Por isso criamos RUTE.

RUTE é um kit Maker educacional open source que pode ser montado por qualquer pessoa com conhecimentos mínimos de eletrônica, a partir de componentes fáceis de encontrar ou mesmo sucata. Não exige caros moldes de injeção de plástico ou fabricação de placas de circuito integrado. Seu objetivo é levar a crianças de escolas e comunidades carentes a possibilidade de entender o funcionamento de equipamentos eletrônicos, ter noções praticas de ciência de projetos e criar seus próprios protótipos.

“Quando uma criança consegue criar brinquedos e traquitanas eletrônicas de maneira simples e divertida, isso fortalece sua autoconfiança, o sentimento de “eu posso”, traz a compreensão de que tudo à nossa volta pode ser melhorado e que eles podem fazer isso. Isso é fundamental para acreditar que podemos fazer do mundo um lugar melhor.”, diz Ricardo Cavallini, idealizador do projeto.

O custo de produção do kit básico depende da quantidade de módulos, da quantidade de sucata ou componentes usados que serão reutilizados. Um kit básico com 7 módulos custa em média cerca de R$ 32 para ser produzido. Usando sucata eletrônica, ele pode sair menos de R$ 6!

Visite o site e conheça o projeto: www.rute.io

Ricardo Cavallini

Fundador do Makers Brasil.

Procurar